Doenças Sexualmente Transmissíveis


Doenças Sexualmente Transmissíveis. São diversas as doenças que podem ser transmitidas através do contato sexual. Você verá inúmeras imagens chocantes, mas que podem prevenir que os nossos jovens contraiam estas doenças, que se outrora eram desconfortáveis, hoje podem ser fatais. Os números catastróficos das vítimas da AIDS ainda ficam aquém dos números da hepatite B e da hepatite C, que também são doenças invalidantes, por vezes fatais e que podem ser transmitidas também pelo contato sexual. Uma simples gonorréia que há alguns anos era combatida com antibióticos como tetraciclina e penicilina, hoje tornou-se resistente à diversos antibióticos e deve ser tratada, após bacterioscópico da secreção, com cultura e antibiograma, muitas vezes com antibióticos de última geração. Veremos as principais doenças sexualmente transmissíveis aqui, deixando a AIDS como uma página à parte por tratar-se da Doença do Século (veja a página sôbre a AIDS). Cumpre-nos lembrar que a AIDS é transmitida pelo vírus HIV, que por seu tamanho microscópico é incapaz de romper isoladamente as barreiras das mucosas, porém com a associação de diversos agentes infecciosos ele consegue adentrar no organismo. Assim com a infecção gonocóccica, herpética, luética e tantas outras, o vírus consegue infectar o paciente, levando-o a adquirir uma doença agora fatal. Pediculose Pubiana Conhecido como chato, o Phthirus pubis é transmitido pelo contato sexual, ou pelo uso de roupas infestadas pelo piolho. As lesões cutâneas ocorrem e são muito pruriginosas. Linfogranuloma Venéreo É uma doença transmitida sexualmente devido à infecção pela Chlamydia trachomatous. Ocorre um aumento dos gânglios da região inguinal e lesões não endurecidas nos órgãos genitais. Gonorréia Infecção causada pela Neisseria Gonococcus. Esta bactéria causa uma uretrite com uma espessa secreção purulenta pelo meato uretral e devido a inflamação ocorre disúria (dificuldade para urinar). A infecção do olho é a conjuntivite gonocóccica e além de dolorosa há o risco de lesões profundas da córnea, com comprometimento da visão. Os recém natos já podem sofrer com a irresponsabilidade materna, devido a falta de um adequado pré-natal. Condiloma Acuminado Causada pelo HPV (human papilloma virus), é uma doença muito disseminada e que pode ser transmitida além da relação sexual, pelo uso de roupas íntimas, toalhas e mesmo por sanitários sem adequadas condições de higiene. Hoje sabe-se que esta afecção predispõe o câncer uterino, o que a torna uma séria preocupação dentro da saúde pública. Sífilis A sífilis é uma doença transmitida pelo treponema pallidum. Sua lesão inicial afeta normalmente os órgãos genitais, como vemos abaixo. Por vezes a lesão inicial (protossifiloma), é ausente (sífilis decapitada). Outras vezes ela acomete outras partes do corpo como lábios, língua, dedos, face, etc. Na fase secundária da sífilis ocorrem lesões róseas nas plantas dos pés, nas mãos, tronco e dorso, podendo ocorrer em outras regiões e indicam que a doença não foi sanada em sua fase primária, tendo evoluído para a fase secundária. O tratamento deverá ser o mais rápido possível, pois as lesões da fase terciária são irreversíveis, invalidantes e fatais Herpes simples Este vírus, transmitido também pela via sexual causa lesões vesiculosas (pequenas bolhas) que inicialmente são dolorosas e posteriormente pruriginosas e que podem sofrer infecções bacterianas secundárias como complicações e mesmo pode levar de carona o HIV para o interior das mucosas e consequentemente ocasionar a AIDS.


Doenças Sexualmente Transmissíveis.
São diversas as doenças que podem ser transmitidas através do contato sexual.
Você verá inúmeras imagens chocantes, mas que podem prevenir que os nossos jovens contraiam estas doenças, que se outrora eram desconfortáveis, hoje podem ser fatais.
Os números catastróficos das vítimas da AIDS ainda ficam aquém dos números da hepatite B e da hepatite C, que também são doenças invalidantes, por vezes fatais e que podem ser transmitidas também pelo contato sexual.
Uma simples gonorréia que há alguns anos era combatida com antibióticos como tetraciclina e penicilina, hoje tornou-se resistente à diversos antibióticos e deve ser tratada, após bacterioscópico da secreção, com cultura e antibiograma, muitas vezes com antibióticos de última geração.
Veremos as principais doenças sexualmente transmissíveis aqui, deixando a AIDS como uma página à parte por tratar-se da Doença do Século (veja a página sôbre a AIDS).
Cumpre-nos lembrar que a AIDS é transmitida pelo vírus HIV, que por seu tamanho microscópico é incapaz de romper isoladamente as barreiras das mucosas, porém com a associação de diversos agentes infecciosos ele consegue adentrar no organismo. Assim com a infecção gonocóccica, herpética, luética e tantas outras, o vírus consegue infectar o paciente, levando-o a adquirir uma doença agora fatal.
Pediculose Pubiana
Conhecido como chato, o Phthirus pubis é transmitido pelo contato sexual, ou pelo uso de roupas infestadas pelo piolho. As lesões cutâneas ocorrem e são muito pruriginosas.
Linfogranuloma Venéreo
É uma doença transmitida sexualmente devido à infecção pela Chlamydia trachomatous. Ocorre um aumento dos gânglios da região inguinal e lesões não endurecidas nos órgãos genitais.
Gonorréia
Infecção causada pela Neisseria Gonococcus. Esta bactéria causa uma uretrite com uma espessa secreção purulenta pelo meato uretral e devido a inflamação ocorre disúria (dificuldade para urinar). A infecção do olho é a conjuntivite gonocóccica e além de dolorosa há o risco de lesões profundas da córnea, com comprometimento da visão. Os recém natos já podem sofrer com a irresponsabilidade materna, devido a falta de um adequado pré-natal.
Condiloma Acuminado
Causada pelo HPV (human papilloma virus), é uma doença muito disseminada e que pode ser transmitida além da relação sexual, pelo uso de roupas íntimas, toalhas e mesmo por sanitários sem adequadas condições de higiene. Hoje sabe-se que esta afecção predispõe o câncer uterino, o que a torna uma séria preocupação dentro da saúde pública.
Sífilis
A sífilis é uma doença transmitida pelo treponema pallidum. Sua lesão inicial afeta normalmente os órgãos genitais, como vemos abaixo. Por vezes a lesão inicial (protossifiloma), é ausente (sífilis decapitada). Outras vezes ela acomete outras partes do corpo como lábios, língua, dedos, face, etc. Na fase secundária da sífilis ocorrem lesões róseas nas plantas dos pés, nas mãos, tronco e dorso, podendo ocorrer em outras regiões e indicam que a doença não foi sanada em sua fase primária, tendo evoluído para a fase secundária. O tratamento deverá ser o mais rápido possível, pois as lesões da fase terciária são irreversíveis, invalidantes e fatais
Herpes simples
Este vírus, transmitido também pela via sexual causa lesões vesiculosas (pequenas bolhas) que inicialmente são dolorosas e posteriormente pruriginosas e que podem sofrer infecções bacterianas secundárias como complicações e mesmo pode levar de carona o HIV para o interior das mucosas e consequentemente ocasionar a AIDS.